• Cabeçalho

História

O CRM resultou de uma combinação de esforços entre o Arcebispo de Évora - D. Manuel Trindade Salgueiro – e o Diretor do já extinto Instituto de Assistência Psiquiátrica – Dr. Fernando Ilharco.

A arquidiocese era, desde os anos 50, proprietária de um edifício construído com a finalidade de ser uma escola agrícola para formar capatazes que fossem para o Ultramar.

Este fim nunca foi conseguido e a obra manteve-se fechada mais de 10 anos.

Nos anos 60 constatou-se a falta no país, de uma Instituição vocacionada para acolher jovens raparigas portadoras de deficiência mental, assim D. Manuel Trindade Salgueiro e o Dr. Fernando Ilharco acordaram transformar este edifício num centro para recuperação de raparigas com atraso mental.

Ao prelado cabia encontrar uma ordem religiosa que aceitasse tomar a seu cargo os cuidados e educação das raparigas, à entidade estatal cabia assegurar o suporte financeiro da mesma.

Em 26 de Abril de 1968 chegaram as primeiras Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus.

No dia 28 celebrou-se a primeira missa e considera-se essa a data da inauguração oficial do centro, em Outubro começam a chegar as primeiras raparigas.



© Copyright 2019, Irmãs Hospitaleiras. Todos os direitos reservados.