• Cabeçalho

Apresentação

A Casa de Saúde da Idanha pertence à Congregação das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus. Foi fundada em 1894 por S. Bento Menni e é o primeiro Centro Assistencial da Congregação em Portugal.

 

Missão:

A prestação de cuidados diferenciados e humanizados em saúde, sobretudo em saúde mental e psiquiatria, de acordo com as melhores práticas clínicas, com qualidade e eficiência, respeito pela individualidade e sensibilidade do utente, numa visão humanista e integral da pessoa.

 

Visão:

Ser um estabelecimento de saúde com intervenção especializada em saúde, sobretudo em saúde mental e psiquiatria, inserido na comunidade, em contínua evolução no sentido de uma adequação sistemática e progressiva às necessidades da população em cada momento, enquadrando na assistência prestada, os aspetos médicos e sociais que englobam a dimensão física, psíquica, social e espiritual da pessoa doente.

 

Valores institucionais:

a) Sensibilidade em relação aos excluídos

b) Serviço aos doentes e necessitados

c) Acolhimento libertador

d) Saúde integral

e) Qualidade profissional

f) Humanidade na atenção

g) Ética em toda a atuação

h) Consciência histórica

 

Política da Qualidade:

A qualidade é um objetivo institucional inerente à missão do Instituto das Irmãs hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus, cuja concretização constitui um compromisso dos Centros Assistenciais, dos profissionais e das equipas. Este compromisso expressa-se na prestação de cuidados globais de saúde, numa dinâmica de melhoria contínua, aos vários níveis de intervenção – prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação –, de modo a satisfazer as necessidades e expectativas de todas as partes interessadas – utentes, familiares, profissionais, voluntários, entidades parceiras e financiadoras, segundo:

  • O modelo assistencial hospitaleiro;
  • Os requisitos legais e regulamentares aplicáveis;
  • A identificação e satisfação possível das necessidades dos utentes, familiares, entidades parceiras e financiadoras, e comunidade;
  • A promoção da sustentabilidade através de uma racional e eficaz gestão de recursos;
  • A promoção da qualidade do desempenho dos colaboradores através do contínuo desenvolvimento das suas capacidades e competências;
  • O planeamento, monitorização, análise e revisão sistemática da prestação de cuidados, das condições e resultados obtidos, numa lógica de melhoria contínua, integrando as dimensões técnica, científica, humanizadora e espiritual.

 

A CSI desenvolve os seus objetivos no âmbito da prestação de cuidados de saúde de acordo com o modelo assistencial hospitaleiro que abrange as vertentes preventiva, terapêutica e reabilitadora orientado para a centralidade da pessoa assistida. Este modelo fundamenta-se numa metodologia de intervenção que inclui diagnóstico, planeamento, implementação e avaliação de um programa individualizado de cuidados, desenvolvido por equipas interdisciplinares, constituídas por médicos de várias especialidades, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, psicomotricista, higienista oral, terapeuta da fala, nutricionista e assistente espiritual.

 

A Casa de Saúde da Idanha tem uma lotação de 525 camas divididas em 17 unidades de internamento, 4 residências internas e 4 residências comunitárias de apoio moderado.



© Copyright 2019, Irmãs Hospitaleiras. Todos os direitos reservados.